News

Homens armados matam oito passageiros de ônibus no norte do Paquistão

Nenhum grupo assumiu imediatamente a responsabilidade pelo ataque e o motivo do tiroteio não foi claro.

Homens armados atacaram um ônibus perto da cidade de Chilas, no norte do Paquistão, matando oito passageiros e ferindo quase duas dezenas de outros, disseram autoridades distritais e regionais.

Muhammad Ali Johar, porta-voz do governo regional, disse que os agressores abriram fogo contra o ônibus na noite de sábado e os feridos foram levados para um hospital local.

Ghulam Abbas, porta-voz da Polícia de Gilgit-Baltistan, disse à agência de notícias dpa que dois soldados estavam entre os mortos.

Segundo Abbas, outros 26 passageiros ficaram feridos no ataque – alguns com ferimentos a bala.

O ônibus viajava pela Rodovia Karakoram, uma das estradas mais altas do mundo.

O ataque, segundo as autoridades, ocorreu por volta das 18h30 (13h30 GMT), quando os agressores abriram fogo contra o ônibus e este posteriormente colidiu com um caminhão que se aproximava.

Nenhum grupo assumiu imediatamente a responsabilidade pelo ataque e o motivo do tiroteio não foi claro.

“O governo garantirá que os terroristas envolvidos no ataque recebam a punição apropriada”, disse o ministro-chefe de Gilgit-Baltistão, Haji Gulbar Khan, num comunicado.

Chilas fica na região montanhosa de Gilgit Baltistão, perto da província de Khyber Pakhtunkhwa, no noroeste, onde os ataques têm aumentado nos últimos anos, incluindo alguns reivindicados pelos talibãs paquistaneses, ou Tehreek-e-Taliban Paquistão (TTP).

Chilas é um ponto de parada popular para turistas e também fica perto de uma barragem em construção apoiada pela China.

O ataque ocorreu no meio de um aumento nos ataques armados em todo o país, particularmente em Khyber Pakhtunkhwa e no sudoeste do Baluchistão. Ambas as províncias fazem fronteira com o Afeganistão.

Em julho, um homem-bomba detonou explosivos num comício político no distrito de Bajaur, no noroeste do Paquistão, matando pelo menos 44 pessoas e ferindo quase 200, segundo autoridades.

No mês passado, uma base da Força Aérea do Paquistão foi atacada na província central de Punjab, que os militares disseram ter sido repelida com sucesso.

Source link

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button